Resenhas - LPs/Cds/K7sStormy News

ANARKHON – Phantasmagorical Personification of the Death Temple

CD / 2020 / Soul Erazer Records

Depois de sete anos no mais absoluto silêncio, estes demônios estavam arquitetando na escuridão seu contra taque e posso afirmar que retornaram como uma máquina de guerra esmagadora.

Ao contemplarmos a capa já percebemos que este trabalho seria diferenciado, e é o que concluímos ao ouvir, eles voltaram mais poderosos e com um novo direcionamento musical.

A sonoridade agora está mais enigmática, apresentaram aqui sete músicas surpreendentes que me chocou por ser um velho admirador de sua obra, acostumado ouvir suas músicas de outrora e ler letras voltadas ao gore, não teve como não ficar surpreendido.

E… Sinceramente a sensação que tive ao ouvir este CD várias vezes é que voltaram muito mais emblemáticos com seu conceito lírico totalmente reformulado.

Estes caras demonstraram que o poderoso Death Metal ainda corre em suas veias e também a versatilidade como exímios músicos.

Suas composições estão com climas mais fúnebres, nos transmite frieza e nos transporta para a escuridão de fato fantasmagórica.

E o que mais me chamou a atenção é que conseguiram imprimir uma identidade tão abismal no seu novo direcionamento que não me ouso a fazer comparações. Com riffs complicados e passagens extremamente prolixas, precisei ouvi-lo muitas vezes para conseguir me conectar com sua energia emanada pelo seu conteúdo dimensional e cósmico. Um verdadeiro aeon pandemônico.

Ainda sim notamos os velhos elementos do passado, pois algumas passagens na bateria comandas pelo Wellington Backer e a vociferação inconfundível do Aron Romero, membros fundadores, nos traz a certeza de que estamos ouvindo o Anarkhon.

Foi uma grata surpresa para este final de 2020, jamais imaginaria ver um retorno tão glorioso como este. Espero que não haja mais nenhum hiato na carreira desta banda tão querida por milhares de maníacos ao redor do mundo, que com certeza serão pegos de surpresa ao ouvi-lo.

É muito difícil ter que selecionar algumas músicas aqui contidas para destacar, pois todas se completam e até mesmo nas letras que estão tão bem escritas e sincronizadas que mais parecem capítulos de uma mesma história.

O que posso destacar é que em todas as músicas vocês encontrarão muito peso, partes cadenciadas e momentos que a velocidade é absurda. E claro! As guitarras tem algumas nuances nos imergem para uma atmosfera quase astral… você tem de ouvir para entender de fato o que estou descrevendo aqui.

Nunca mais dormirei calmamente quando pensar nos horrores que espreitam incessantemente por trás da vida no tempo e no espaço, e nas blasfêmias profanas das estrelas mais antigas que sonham sob o mar, conhecidas e favorecidas por um culto de pesadelo pronto e ansioso para perdê-las sobre o mundo.” H.P. Lovecraft

Mostrar mais

Luis Lozano

Programador e designer gráfico para a web, com diversos trabalhos realizados com foco na informação e fortalecimento do underground.

Veja também...

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar