Resenhas - LPs/Cds/K7sStormy NewsUncategorized

ATHOS – “From The Darkness Within” (advanced)

Covil Records - Nacional

A cena Black Metal grega é riquíssima e tem trazido através das décadas uma grande sucessão de clássicos que influenciaram inúmeras bandas fora de suas fronteiras gerando ecos de inspiração nos quatro cantos do mundo. Essa mesma cena sempre foi muito próxima à brasileira com seus elos de ligação se estreitando muito nos últimos anos tendo vários nomes visitando o país em shows memoráveis e com um crescente número de licenciamentos e principalmente lançamentos de bandas helênicas em nosso território. Honrando essa tradição de grandes nomes musicais e engrandecendo as ligações entre Brasil e Grécia a “Covil Records” lança agora em novembro o álbum “From The Darkness Within” da banda de Black Metal ATHOS.

Sexto trabalho de estúdio dessa one man band formada em 2014  e capitaneada pelo enigmático Kerveros “From The Darkness Within” tem tudo para se destacar como uma das grandes surpresas de 2020 (que diga-se de passagem, foi um ano que não nos poupou delas).  O instrumental reverencia a grandiosidade grega porém trazendo consigo uma grande influência da cena escandinava em nomes como Bathory, Darkthrone , Mayhem e algo de Burzum. A produção fria, rude e ao mesmo tempo clara à cargo do próprio Kerveros ficou sensacional e conseguiu captar toda a aura mística e obscura que o estilo precisa ter mantendo uma organicidade rara nas produções atuais.

As oito faixas presentes no álbum são diretas e sem frescuras mas arranjados de uma forma tão rica e cheia de detalhes que você vai se pegar ouvindo esse trabalho pela décima vez e percebendo detalhes que não havia notado nas audições anteriores e esse fato por sí só é algo que  já me faz dar atenção extra em uma banda. A  sucessão de riffs nas músicas são tão estruturalmente bem encaixados e bem pensados que desde o álbum “The Shadowthrone” do Satyricon eu não ouvia algo soar tão fluido e natural dando uma coesão tão grande à obra que nada em nenhuma das faixas destoa do todo. Isso torna difícil destacar algo nas composições, já que tudo acaba nivelado por cima. Tenho porém que pontuar a beleza sombria de algumas harmonias criadas nas guitarras em tremolo em faixas  como “The Eternal Curse” “Living Shadows” e “Guardians of the Abyss”, essa última ainda trazendo uma dinâmica diferente nos  vocais  que a deixou simplesmente diabólica, a sinistra “Daemon’s” com sua pegada taciturna e principalmente é impossível não ouvir “Ritual (A descente into Hades) sem se empolgar com o clima a lá Mayhem  na fase “De Misteriis” que a composição traz, o caos vocal nessa faixa a torna a melhor do álbum em minha opinião dando a ela uma atmosfera de insanidade total; os vocais do álbum como um todo aliás são doentios e possuem uma identidade muito própria em alguns momentos me trazendo à mente algo de Master’s Hammer e Filli Nigrantium Infernalium à época da demo “Os métodos do Pentagrama”. E em uma época em que muitas bandas de Black Metal buscam uma suspeita ambiguidade em sua parte lírica aqui a coisa vai totalmente na contramão ; As letras de “From the Darkness Within” conseguem ser ao mesmo tempo inteligentes e diretas muitas vezes buscando inspiração na rica tradição helênica, mostrando como a poesia obscura do Black Metal em teoria deveria ser e para que não haja sombras de dúvidas nesse aspecto a Covil Records estará disponibilizando as letras tanto no original em grego antigo quanto sua tradução para o inglês e o português em um encarte extra mostrando comprometimento com o aspecto ideológico e seu público.

Tenho que dar os parabéns à Covil Records pois “From The Darkness Within” da banda ATHOS foi uma aposta ousada, com certeza será um tiro certeiro e você ainda ouvirá falar muito desse nome. O álbum será lançado em slipcase com um acabamento em alto relevo e hot stamper prateado Como é um lançamento limitado em 300 cópias é melhor garantir o seu rápido antes que esgote. Ouçam o link abaixo, conheçam o som da banda, adquiram e infernizem a vida dos vizinhos ouvindo no talo.

Mostrar mais

Juliano Bonacini

Tecladista e letrista da LoneHunter (Death Metal), historiador e editor do Crypt of Eternity - fanzine da década de 90.

Veja também...

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar