Resenhas - LPs/Cds/K7sStormy News

CARCINOSI – Resumption

True Metal Records - Nacional

Uma das melhores surpresas de 2019 foi o lançamento que marca o retorno de um nome clássico do Death Metal Nacional. A CARCINOSI foi formada em abril de 1996 e em 1997 lançou sua primeira demo intitulada “Hyperdimension”. Depois de mais duas demos a banda deu uma pausa durante a metade da década de 2000 para retornar com força total em 2017, mas somente em 2018 a formação se estabiliza com Alysson dos Santos na bateria, Bruno Petter nas guitarras e o baixista/vocalista e fundador da banda Tiago Vargas.

Produzido pela própria banda e por Henrique Fioravante no estúdio From Hellcords, o primeiro disco dos gaúchos intitulado “Resumption” é uma aula do mais puro Death Metal, distribuída em 10 faixas onde o “bicho pega”. A bolacha está disponível pela True Metal Records, que está empilhando vários lançamentos desgraçados, todo eles com uma qualidade suprema, matando nossa sede infinita pelo bom e velho Metal da Morte.

‘Resumption’ não é apenas uma faixa de abertura ultra mega foda, é uma afirmação que  um dos grandes nomes do Death Metal Nacional está de volta, chutando rabos! Solos de guitarra, vocal muito fudido e bateria se destacam nesse primeiro torpedo. ‘Malfunction Experimental Mutation’ continua a aula de violência, mais cadenciada, porém não menos destruidora, a típica música que quebra o pescoço da galera ao vivo. ‘Last Hand of Glory’ tem um riff que parece uma “bigorna” de tão pesado, com menos de quatro minutos a faixa já passa o seu recado. ‘Obscure Reason’ tem riffs e levadas insanas, o batera Alysson também arrebenta seu kit! Incrível como uma faixa de dois minutos e quarenta e nove segundos tem tantas passagens, todas elas muito bem “costuradas”. Que faixa foda, na minha opinião, a melhor do disco!

Foto por: Day Montenegro

‘Transfigured In Cancerous Atrocities’ é uma bela música instrumental para dar aquela quebra no álbum. Então entra mais uma faixa que me deixa de cara, ‘Hiperdimension’ chega na velha escola do Death Metal americano nos anos 90 e já me deixa em dúvida de qual é minha faixa favorita deste lançamento. Um riff de guitarra espetacular, com melodias e andamentos que lembram o DEATH do Metre Chuck Schuldiner, assim tem início ‘Reverse Rebuild’, uma faixa brilhante e conta com um ótimo Lyric Video (veja abaixo).

A violência aliada a melodias se faz presente também na faixa seguinte ‘Insurrection‘. Em ‘Deceived’ a brutalidade volta com tudo, com riffs, solos e bases que lembram o mal e velho DEICIDE! Seria uma mera coincidência ou loucura deste que vos escreve ???

Para encerra o massacre o trio nos acerta com ‘Instrospective Blemish’, um ato Deathmetálico que resume o trabalho inteiro de uma forma destruidora.

Enquanto vejo uma pá de gente falando asneiras em redes DEsociais, eu sigo ouvindo cada vez mais e mais o Metal Extremo Brazuca e constatando que as nossas bandas não deixam nada a dever as gringas!

Um ótimo retorno! Meus parabéns CARCINOSI!!!

 

 

Mostrar mais

Jonatan Emanuel

Respiro e vivo o Bom e velho Metal em todas as suas vertentes, tá no sangue..desde 1985…!! Headbanging Man!!

Veja também...

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar