Resenhas - LPs/Cds/K7sStormy News

CRYPT SERMON – The Ruins of Fading Light

Dark Descent Records - Importado

A primeira vez que eu pude ouvir o CRYPT SERMON o que me chamou a atenção logo de cara foi a qualidade absurda que seu álbum de estreia “Out of the Garden” tinha. A banda esbanjava competência em um heavy/doom incrível. No mesmo ano vi os caras ao vivo e tive certeza de que estava diante de uma banda com muito a oferecer.

Agora em 2019 finalmente esses americanos lançaram o seu novo álbum e como se fosse possível, eles elevaram a sua música para um outro patamar. Há uma grandiosa atmosfera dos tempos áureos do Candlemass, mas envolvido pela própria personalidade da banda. “The Ruins of Fading Light” é um álbum perfeito, do início ao fim. Eu não consigo apontar defeitos aqui. “The Ninth Templar (Black Candle Flame)” é uma música que mostra uma banda afiadíssima, com um peso e uma sonoridade majestosa.Grande solo de guitarra aqui. Que composição incrível.

“Key of Solomon” começa com uma grande melodia e se conecta com um peso descomunal. Os vocais de Brook Wilson é muito foda, envolto em puro feeling e com um interpretação muito envolvente. “Our Reverend´s Grave” tem um clima épico e muito peso. Que bases de guitarra matadoras. Acho que foi a primeira banda que conseguiu criar um clima como esse desde o velho Candlemass e isso é muita coisa. Em alguns momentos, principalmente durante a execução dos solos eu pude perceber algo do Rising Force aqui e ali. Música incrível.

“Christ is Dead” é uma faixa para se ouvir de forma incessante, pois o riff de entrada é algo absoluto. Os corais também criaram um clima muito foda. Interpretação poderosa essa e que mostra uma grande versatilidade em sua execução. Outra grande composição é a faixa “Beneath the Torchfire Glare”. Sorumbática, ultra pesada e com riffs animais. Tudo o que uma grande composição deve ter. A música responsável por fechar essa obra é “The Ruins of Fading Light” que em seu início poderia ser facilmente confundida com algo saído da trilha sonora do filme Conan, o Bárbaro. O que vem em seguida é uma verdadeira obra prima do heavy doom metal. O clima é totalmente grandioso, o peso absurdo. O trabalho das guitarras é lindo. Que solos de guitarra são esses ? Steve Jansson simplesmente destruiu as seis cordas nesse álbum.

O Crypt Sermon está caminhando a passos largos para se tornar uma das grandes referências do estilo e esse “The Ruins of Fading Light” vai pavimentar essa estrada de forma genial. Um álbum a se ter em qualquer coleção que se preze.

10/10

Mostrar mais

Fabio Brayner

Editor do The Old Coffin Spirit zine e um completo metal maniac desde 1985. Ex-membro de bandas como Sanctifier e As the Shadows Fall.

Veja também...

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar