Resenhas - LPs/Cds/K7s

DISMALIMERENCE – Tome I CD

Transcending Records (Importado)

Do meu ponto de vista o critério principal para avaliar se uma banda deve ser considerada bem sucedida é perceber se a mesma consegue ou não transmitir uma carga emocional com sua música, afinal quando o compositor é realmente bom naquilo que faz, você consegue tocar uma parte de sua alma através de sua obra . Partindo desse pressuposto podemos afirmar que os Norte Americanos do DISMALIMERENCE, banda Black Metal oriunda de Chicago tiveram muito sucesso em seu primeiro álbum lançado pela “Transcending Records” uma vez que “Tome I” consegue te passar um turbilhão de emoções as quais aparentemente refletem bem o período de sua composição;já que segundo a banda a gênese do projeto em 2011 e a consequente criação de seu primeiro álbum remontam a um período negro e emocionalmente esmagador na vida de Elijah Cirricione, frontman e guitarrista do DISMALIMERENCE.  A banda ficou guardada na gaveta por alguns anos até que em 2018 com a adição do guitarrista Matt Mifflin, do baixista Craig Hamburguer e do baterista Joey Casillas as coisas começaram a tomar forma e caminhar. O resultado disso são as oito faixas de “Tome I”, nas quais a banda executa um Black Metal muito rico, intercalando momentos intensos e velozes com passagens mais melódicas e cadenciadas, tudo repleto de ótimos e inspirados fraseados de guitarras que, embebidos com uma beleza fria e hipnótica, conseguem te passar ao mesmo tempo uma sensação de amargura, aflição e fúria envoltas em altas doses de melancolia. A aura de desolação em “Crimson Glow, faixa de abertura, a sensação de desespero em “Sequestered Hearts”  e as belas guitarras limpas em sua sessão central, a fúria e sofrimento presentes na violenta “My Only Love”, a bela “Negligence of the Forgotten”  que em alguns momentos chega a soar quase delicada e o retrato de depressão implícito em “Destined for Solitude” , que fecha o álbum, mesmo em suas passagens mais odiosas, são os grandes destaques da obra para mim; Os constantes fraseados de guitarra e as harmonias merecem uma atenção especial, principalmente nos detalhes das belas melodias. Enfim, “Tome I” se mostra um excelente álbum de estreia para essa promissora banda e tenho certeza que um futuro muito promissor os aguarda; que venham os próximos tomos dessa saga.  Entrem nos links, conheçam a banda, adquiram o álbum e ouçam no volume máximo sem moderação.

www.facebook.com/Dismalimerence/

Dismalimerence.bandcamp.com

twitter.com/dismalimerence

www.instagram.com/dismalimerenceofficial/

www.transcendingrecords.com

Foto : Divulgação
Mostrar mais

Juliano Bonacini

Tecladista e letrista da LoneHunter (Death Metal), historiador e editor do Crypt of Eternity - fanzine da década de 90.

Veja também...

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar