Resenhas - Demos

FULMINANTE – O Início Do Fim

Independente - Nacional

Olhei a contracapa do material e de cara já vi estampada a suástica e o nome White metal devidamente cortados. Boa, já ganhou pontos positivos comigo. Toda vez que pego um material, seja ele demo, cd, vinil ou qualquer mídia física, e vejo manifestações diretas contra o nazi-fascismo e o White metal eu já olho com mais simpatia. Não exijo ou imponho que nenhuma banda exponha suas preferências políticas ou religiosas de maneira explicita em suas partes gráficas, jamais iria impor algo autoritário dessa natureza, mas digo que acho muito importante, especialmente nos tempos estranhos atuais, que se faça isso. o FULMINANTE faz total justiça ao seu nome e literalmente fulmina de maneira impiedosa com seu metal rápido, visceral, sujo, venenoso e sem piedade dos pescoços alheios. Isso aqui é pra bangear até o torcicolo acusar o golpe. Malleus Maleficarum é uma daquelas músicas que arrastam centenas de maníacos ao êxtase. Metal brasileiro feito na raça e sem se preocupar se vai soar como death, thrash ou speed ou mesmo se vai soar como uma mescla dos 3 estilos citados. Oséias Destrutor (guitarra), Deivison Immundus (voz), Silvio Thrasher (baixo) e Daemoniacus (bate-ria) soam como as velhas bandas brasileiras que tinham um compromisso em soarem honestas e fazer metal para destilar todo o seu ódio e revolta contra as desgraças que cercam nossas vidas. Metal subterrâneo com odor de enxofre, simplesmente fulminante! “Somos os cavaleiros do apocalipse e eis que trazemos o início do fim”…

www.facebook.com/deivison.metalhead?ref=br_rs

Mostrar mais

Carlos Soares

Edita os fanzines: Pecatório (desde 2001) e Sindicato Dos Assassinos (desde 2012). Já participou de diversas bandas dentro do underground.

Veja também...

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar