Resenhas - LPs/Cds/K7sStormy News

GRAVEYARD – Hold Back the Dawn (Advanced)

Wwar Anthem Records - Importado

Finalmente o novo álbum de umas das melhores bandas de death metal “sueco” com pitadas inglesas da Espanha. Hahaha Eu sei que a narrativa é insana, mas temos aqui o quarto álbum do GRAVEYARD, cuja maior influência é realmente aquele death metal carregado e cheio de referências ao velho som punk que chocou o mundo quando surgiu no final dos anos 80 e início dos anos 90. Oriundo de Barcelona, esse quinteto mostra em “Hold Back the Dawn” uma evolução natural de sua música e mostra uma musicalidade mais contida (ainda que as partes rápidas estejam presentes em todas as músicas), com muito mais peso e clima e um constante uso da melodia para criar uma densa atmosfera e momentos aqui e ali que poderiam estar em um disco de heavy metal. Mas não se preocupe que não temos aqui um aspirante ao cenário mainstream.

“Swarm of Flies” abre o álbum e é uma faixa bem diversificada. Destaque para o excelente trampo das guitarras, principalmente os solos. “Winds like Daggers” é um puta composição, rápida e certeira, com riffs muito bons. Uma composição old school definitivamente de qualidade. A música mais fudida desse álbum é com certeza “Of Extant Cults and Living Terrors”. A atmosfera criada aqui resgata aquela energia presente nos trabalhos iniciais do Bolt Thrower, mas incluindo aí uma boa dose de melodia como nos álbuns do fudido Desultory. Que música essa !!! “Hurled Unto Damnation” baixa a velocidade, investe em um grande clima e melodia e acerta de forma inequívoca. A próxima faixa é simplesmente sensacional com seus riffs. “The Storm Above Port Sulphur” é uma pedrada. A vontade quase incontrolável de bater cabeça está presente durante toda a música.

“The Shrike” é uma faixa mais direta, mais reta, mas com uma energia contagiante. A penúltima música “O Beast I Fear Thy Name” é outra que vai de encontro ao seu nariz, causando sérias fraturas. A álbum fecha literalmente com um ritual de santeria levado adiante pela bruta mas ainda melódica “Madre de La Noche”, que traz alguns dos riffs mais cortantes desse disco, que aliados a bases quase heavy metal tradicional contribuem para que essa seja uma das músicas mais legais desse trabalho. Valeu a espera, pois “Hold Back the Dawn” é um excelente trabalho.

9/10

Data de lançamento: 20/09/2019

Mostrar mais

Fabio Brayner

Editor do The Old Coffin Spirit zine e um completo metal maniac desde 1985. Ex-membro de bandas como Sanctifier e As the Shadows Fall.

Veja também...

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar