Resenhas - LPs/Cds/K7sStormy News

HEADHUNTER DC – ” A Hail To The Ancient Ones…”

CD 2021- Eternal Hatred Records

“A glória do passado é agora …a velha escola vive !!!”

Não há melhor definição para este CD.  Um tributo em homenagem à cena metálica, nos levando aos primórdios, onde honra, glória e respeito andavam juntos, e que por isso mesmo nos trouxe até aqui. O HEADHUNTER D.C. nos presenteia com está coletânea de releituras  levando-nos a navegar por clássicos do Metal mundial!

Em formato digipack, destacamos logo a fudida capa feita pelo talentoso Alcides Burn. Isso ficou sensacional e profano!

Inicialmente a ideia era de 15 covers, fechando com “Zombie Ritual” do DEATH, gravado ao vivo em 2004 no Forcaos em Fortaleza e, incialmente divulgado no CD duplo comemorativo de 20 anos: “The Darkest Archives…from the Death Cult”. Porém esta faixa foi retirada, pois na masterização notou-se que já estava chegando aos 80 minutos, o que muitas vezes pode ocorrer problemas na leitura de mídia em alguns aparelhos. Ficaram de fora também o cover de “The Exorcist” do POSSESSED, gravado ao vivo em Santiago do Chile, na primeira turnê sulamericana em 2007, como também o cover de “Buried Alive” do VENOM (ao vivo em Itabuna/BA em 1995 e lançado no Brazilian Deathkult Live Violence formato tape e CD).

Iniciar com “To Tame A Land” do IRON MAIDEN já demonstra a versatilidade da banda, tocando uma versão deathmetálica  do clássico LP  “Piece Of Mind”  de umas das bandas mais aclamadas  da história do Heavy Metal. Gravação realizada recentemente para um tributo brasileiro à Donzela de Ferro. Em seguida temos nada menos que “Eletric Funeral” do BLACK SABBATH!!! Uma versão sinistra e densa dos pais do Metal. Como o próprio Ballof, questiona: ” Alguém aí poderia imaginar uma versão do SABBATH com blasts?”. Ame ou odeie, simples assim. Mas foi ao ouvir o início de “Total Destruction/Reap Of Evil (epilogue)” do mestre Quorthon que me levantei do sofá para abrir uma cerveja e sussurrar aquele “puta que pariu”!. Uma versão matadora!!! Está versão saiu inicialmente em 2019 num 3 way split 7″ com as bandas POSTHUMOUS e TRIPALIUM (projeto com membros do HEADHUNTER D.C., POSTHUMOUS, THE ORDHER e COLDBLOOD), lançado pela Misanthropic Records.

 Se tem uma faixa totalmente old school  neste trabalho é a “Slaughtered Remains” dos americanos do NECROVORE. Death Metal fazendo Death Metal na melhor essência do estilo. Inclusive tive informações que o Trey e o David Vicent  foram convidados para tocar nessa banda, ainda nos anos 80. Imagine!!!  Na sequência você toma uma pedrada no meio da cara com “Summoned To Hell” de um grande representante do Death Metal Sulamericano, MORTEM!!!  Que puta música, um feeling desgraçado os caçadores de cabeça impõem nessa faixa com um toque insano já característico da banda! Um clima caótico se instala no ar ao ouvir esse cover!

Mas para quem pensa que estamos limitados ao ouvir apenas a gringalhada, estão enganados. Vem muito Metal brazuca por aí, e quem inicialmente é homenageado é a banda potiguar SANCTIFIER com a faixa “The Cycle Of The Entity” da clássica demo-tape “Ad Perpertuam Rei Memoriam”, que é para mim o melhor trabalho da banda! As homenagens não param, e o resgate da cena soteropolitana de década de 80 não é esquecida, onde nos porões da “cidade sem salvação” tocavam os pioneiros do Metal Extremo como KRANIO METÁLICO, TÚMULO e THRASHMASSACRE. Está última que teve em seu front o Sérgio Ballof e o primeiro baterista da HEADHUNTER D.C., Iacanã, é relembrada com duas músicas dos anos de 86/87.Verdadeiro e autêntico Thrash Metal sem a “plasticidade” que vemos em tempos atuais. Inclusive na faixa “Into The Nightmare”  o baixo foi gravado Kleber Borges que era do THRASHMASSACRE. Simplesmente avassalador!

Bem, apesar de torcer para que gravem um dia um cover do IMMOLATION,  outra grande banda, ícone do Death Metal, não foi esquecida. O MORBID ANGEL é aqui lembrado com “Blessed Are The Sick/Desolate Ways”!  Uma curiosidade é que a conhecida e instrumental “Desolate Ways” foi gravado nessa versão  do HEADHUNTER D.C. por Martin Mendonça, hoje bastante conhecido por tocar com a cantora Pitty. (versão essa que inclui até as cordas da guitarra se partindo..hahahaha).

O pior (para mim) estava por vir! Já estou há uns dez dias com um puta torcicolo e à base de torsilax e miosan!!! Os caras mandaram uma sequência com nada mais que uma tríade demoníaca formada por SODOM, KREATOR e POSSESSED!!!! Cara, foram  aproximadamente 15 minutos batendo cabeça ouvindo músicas desses deuses do Metal Mundial,  encontradas em “Expurse Of Sodomy” (1987), “Endless Pain” (1985) e “Seven Churches” (1985). Será que você ainda acha que estou exagerando ????

Como a desgraça já estava feita e o álcool já no juízo, não consegui parar de bater cabeça quando chegamos na penúltima faixa deste CD com “Morbid Visions” do SEPULTURA. Chega bateu aquela saudade quando os caras faziam Death Metal.

Por fim, já erguendo o copo de cerveja para brindar este fudido trabalho, ouvimos “Álcool”  do clássico “Antes do Fim” de outra banda brasileira que fez história no passado, DORSAL ATLÂNTICA!  Acreditava que esse seria o registro mais antigo do HEADHUNTER DC referente a um cover. datado de 1996 com Armando Beelzebuth participando nas quatro cordas! (mas existe uma gravação, até o momento não divulgada, de um ensaio em 1987 onde eles fazem o cover de “Blasphemer” do SODOM ainda com Falsão nos vocais!)

Da próxima vez estarei preparado para ouvir este álbum!!! hahahahahahaha

“Deathcultists meet the deathcults…All Hail The Ancient Ones!!!”

Confiram algumas faixas abaixo:

 

 

Mostrar mais

Giovan Dias

Editor do The Glory Of Pagan Fire Zine, trabalho iniciado ainda na década de 90, voltado ao Black, Death, Doom Metal.

Veja também...

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar