Resenhas - LPs/Cds/K7sStormy News

LORD GORE – Scapels for Blind Surgeons

Everlasting Spew Records - Importado

Lord Gore. Com um nome desses eu não poderia esperar nada mais do que esses doentes entregam nesse “Scapels for Blind Surgeons”, o terceiro álbum de estúdio dessa banda americana.  Death metal brutal com doses cavalares de splatter e aquele fedor pútrido da cena americana. O selo Everlasting Spew Records nos oferece um belo e podre presente com um álbum assim. “Planet of Forgotten Flesh” é a faixa de abertura e, como cartão de visitas, é uma composição realmente matadora. Não cai para brutalidade pura e simples e aposta no peso, em partes cadenciadas e em vocais totalmente podres e doentes.

Outra música que chuta bundas literalmente é “The Deformer”, uma canção de ninar para pequenas criaturas oriundas da imundície. Uma das músicas mais fodas desse álbum é “Incubation Sickness”, totalmente old school em sua execução. Eu sou suspeito ao falar de bandas com esse tipo de pegada. Realmente adoro essas sujeiras death metálicas com odor de velha escola. Ouça “Lord of the Flies” e “Daudiskegg” e você entenderá a minha afirmação. Não há melodia aqui. É algo seco, direto e muito poderoso.

Os vermes literalmente rastejam durante a execução da climática “The Crawling” e finalmente são esmagados pela execução duríssima que tem essa música. “Million Maggot March” segue o caminho e se oferece com brutalidade liberada e na sua cara. “Ethenogenocide” e “Attack of the Sterm Cell Junkies” jogam podridão no ventilador e fecham esse grande álbum com a fineza de um açougueiro…

9,5/10

Mostrar mais

Fabio Brayner

Editor do The Old Coffin Spirit zine e um completo metal maniac desde 1985. Ex-membro de bandas como Sanctifier e As the Shadows Fall.

Veja também...

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar