Stormy News

M26 – Relançamento do Álbum “Misantropia”.

O selo ECLIPSYS LUNARYS  vai relançar o álbum “Misantropia” da banda de Dark Metal M26:

“No final de 2019 a banda recebe a proposta do selo Eclipsys Lunarys Productions para o relançamento do álbum Misantropia com uma produção de altíssimo nível e de forma oficial. Atualmente a banda divulga o single ‘Véu de Ilusão’ que sairá como bônus no relançamento…”

A banda M26 (Pelotas/RS) iniciou suas atividades em 1997, tendo em sua formação Ronaldo Campello (vocal), Alexandre Fernandes (guitarra), André Lisboa (baixo) e Gabriel Porto (bateria). Mesclando as influências de cada um dos membros, sua musicalidade se consolidou como um metal extremo e obscuro cantado em português, culminando com o lançamento da demo tape “Outubro”, em 1997.

Com o ingresso da vocalista Carla Domingues, a banda passou a buscar influências mais melódicas, e lançou em 2000 sua segunda demo, intitulada “Sentimentos Sombrios”, que recebeu ótima aceitação dentro e fora do Brasil, tendo sido divulgada em países como Portugal e Uruguai e em seguida relançada em CD com uma faixa bônus, já com o novo vocalista Jean Gularte. Este período levou a banda a dividir o palco com importantes nomes da cena nacional e mundial, como INCANTATION (USA), REQUIEM AETERNAM (URU), KRISIUN, KHROPHUS dentre outros.

Em 2005 a banda lançou sua terceira demo “Solidão”, primeiro registro com o guitarrista Vitor Neves, firmando seu estilo como um Dark Metal pesado, melódico e sombrio, que engloba diversas influências de dentro e fora do metal.

Após um extenso período de hiato, a M26 volta para se firmar no cenário brasileiro e estabiliza sua formação com Jean Gularte (vocal), Carla Domingues (vocal), André Lisboa (baixo e vocais), Patrícia Porto (baixo e violão), Gabriel Porto (bateria), Alexandre Fernandes (guitarras) e Bruno Añaña (guitarras e vocais). Nesta nova fase, a banda mantém a sonoridade soturna e a característica caótica e melancólica de suas letras, e passa a explorar novas musicalidades: a influência da cultura dos pampas se destaca nas melodias e inflexões vocais, na construção contrapontística das linhas instrumentais e na inclusão de instrumentos como violão e acordeão.

Em 2014, a banda lançou seu primeiro CD, “Misantropia”, gravado ao longo de mais de dez anos. Com produção musical e arte gráfica refinadas, “Misantropia” é o registro definitivo da M26 e conta a história dessa banda que revolucionou o Dark Metal nacional, sempre cantando em português e sem sair das sombras, o que lhe conferiu o status de cult band.

Mostrar mais

Giovan Dias

Editor do The Glory Of Pagan Fire Zine, trabalho iniciado ainda na década de 90, voltado ao Black, Death, Doom Metal.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar