Sábias Palavras...Stormy News

MAYHEM – Kill Yourself!!! Magazine #2/#4 – A última entrevista com Euronymous

Publicado em agosto/1993 e republicada em fevereiro/1995 (Finlândia)

Em maio deste ano, o lendário “De Mysteriis Dom Sathanas” do The True MAYHEM completou seus 25 anos de lançamento. O disco até hoje é considerado pela mídia especializada e ouvintes de metal extremo como um dos mais influentes discos da história.
É impossível desassociar a personalidade de Oysten Aerseth (Euronymous) da banda e do álbum, que mesmo que não tenha sido fundador da mesma, ele representa até hoje, segundo a visão deste que vos escreve e de muitos como a melhor fase da banda. Fase esta que foi infelizmente abreviada de maneira abrupta em agosto de 1993.
Abaixo podemos acompanhar uma entrevista de Euronymous realizada em 1993, cerca de uma semana antes de seu assassinato (10/08/1993).

Entrevista originalmente cedida ao Kill Yourself!!! Magazine #2 e republicada na #4 (Finlândia)
Feita por Esa Lahdenpera e republicada e na KILL YOURSELF!!! MAGAZINE

Você acabou de abrir uma loja de Black Metal. Helvete, como estão indo as coisas?

Euronymous – Nós começamos com a Helvete porque é exatamente o tipo de loja na qual eu gostaria de comprar CDs, e só tínhamos umas poucas lojas ruins vendendo Death Metal e Disco. Há alguns meses atrás nós tivemos que fechá-la por causa do assédio dos jornalistas depois da prisão do Count Grishnackh (Burzum). Mas vamos reabri-la em breve em outro local.

Que tipo de música uma banda tem que tocar para assinar um contrato com a Deathlike Silence Productions?

Euronymous – Eu assino apenas com as melhores bandas do mundo, na minha opinião. EU NUNCA irei contratar uma banda que exista apenas por causa de uma moda. Todas as bandas da Deathlike Silence Productions serão especiais. A maioria dos selos apenas distribui um monte de “merda” produzida para as massas, mas ficaremos acima disso tudo. Quando as pessoas comprarem um lançamento da Deathlike Silence Productions elas saberão que estão comprando uma obra única de obscuridade e qualidade, apenas com bandas que acreditam 100% no que escrevem. Quanto a DARKTHRONE , eles têm um acordo de quatro álbuns com PEACEVILLE, e eles se incomodariam um monte se eles romperem o contrato. Vamos ver o que acontece no futuro, ninguém sabe o que DARKTHRONE vai fazer, ou sequer se existirão.

Foi você quem achou o corpo do Dead. Como você se sentiu ao ver o cadáver do seu amigo? E os rumores das fotos do cadáver?

Euronymous – Não estou nesse negócio por divertimento. Então é claro que não fiquei apavorado. Não é todo dia que você tem a chance de ver e tocar num cadáver de verdade. E é importante aprender uma coisa quando você está lidando com o lado negro: não há nada que seja doentio, maligno ou pervertido demais.

Você costumava dizer que o Dead estava aborrecido com todos os falsos “Black Metallers” e modistas do mundo, então ele resolveu acabar com sua vida na terra. Você poderia falar mais sobre isso?

Euronymous – Dead queria fazer música maligna para pessoas malignas, mas as únicas pessoas que ele via estavam andando por ai de boné, moletom e tênis, falando de paz e amor. Ele odiava tanto e não viu nenhuma razão em perder tempo com elas.

Apesar do status cvlt do MayheM, pessoas tem dito que a banda apenas caminha devido a reputação de seu Mini LP e não lançou nada novo em anos. Qual a sua opinião sobre isso …

Euronymous – Bom que perguntou, porque vai ser muito embaraçoso para estas pessoas, pois dentro de um mês após ter escrito isso e a revista estiver sendo impressa, o novo álbum do MAYHEM terá finalmente saído!
Nós terminamos as gravações de “De Mysteriis Dom Sathanas” agora, e só temos que mixar, e isso acontecerá em alguns dias. Trabalhamos neste álbum por seis anos e está cheio de novas ideias. Poderíamos ter feito muita merda, como por exemplo CANNIBAL CORPSE está fazendo, mas tomamos nosso tempo, porque queremos que este álbum seja o MELHOR! As pessoas não sabem do que estão falando, mas verão. E se precisarmos de cinco anos para fazer o próximo álbum, levaremos o tempo que precisamos. Ouça o álbum e entenderá o que quero dizer. Este não é um típico lançamento em massa, nós trabalhamos duro com ele e jogamos fora a maioria dos riffs, e apenas os perfeitos foram salvos.

Qual foi a principal razão para relançar o clássico mini LP “Deathcrush” pela Deathlike Silence Productions?

Euronymous – Nós decidimos lançá-lo para dar às pessoas algo enquanto esperam pelo álbum e porque ainda havia muita gente que não tinha o original. Eu pensei, porque não disponibilizá-lo para aqueles que ainda o queriam? Alguns dizem que é ruim disponibilizá-lo novamente porque antes apenas os verdadeiros fãs antigos o tinham e agora os modistas vão comprá-lo. Mas o fato é que havia apenas 40 pessoas que tinham o original e o mereciam, o resto era um bando de idiotas. Havia muito mais pessoas “verdadeiras” (trues – como eu odeio essa palavra!) que não o tinham e eu apenas achei que era a coisa certa a fazer. Ainda gosto muito desse álbum, mas nosso material novo está tão diferente! Eu nunca poderia fazer um novo “Deathcrush”, nem se eu tentasse.

Antes do “Deathcrush” M-LP MAYHEMlançou duas demos, então fale nos mais sobre elas.

Euronymous – A demo “Deathcrush” é basicamente o mesmo do Mini-LP. A fita “Pure Fucking Armageddon” é um pouco diferente. Nós não divulgamos mais as demos, mas acho que ainda podemos vendê-las se alguém realmente precisar delas.

Mayhem, Burzum e algumas outras bandas norueguesas de Black Metal tiveram problemas com uma banda de Black Metal finlandesa, e até mesmo ameaças de morte foram enviadas… então gostaríamos de saber qual sua opinião sobre isso e se você estaria pronto para matar alguém?

Euronymous – Eu nunca mandei nenhuma ameaça de morte ao IMPALED NAZARENE como dizem os boatos, mas alguém fez isso no meu nome. Eu acertei as coisas com eles e não tenho nada contra esta banda ou qualquer outra banda finlandesa. Não gosto muito da música das bandas finlandesas e acho que há muito caos e elementos “grind” nela. Eu prefiro atmosferas e melodias. E com relação a sua última pergunta, não tenho nenhum problema em matar alguém a sangue frio. Isso já aconteceu, más não vou falar mais sobre isso, por razões óbvias.

Grishnackh afirma que aqui na Finlândia (Nota do Tradutor: o entrevistador era finlandês), não há nada além de palhaços idiotas e não existem as chamadas “bandas trues” aqui. Qual sua opinião pessoal sobre isso?

Euronymous – O que Grishnackh fala é responsabilidade dele. E eu não gosto de falar muito sobre “ser true” ou não, essa palavra acabou sendo distorcida. Eu acho que a maioria das bandas no mundo são uma merda, e eu acho que a maioria das bandas que se chamam de “True Black Metal” eram clones do ENTOMBED há pouco tempo. Mas as pessoas podem mudar, claro. Eu não vou dar uma lista de bandas verdadeiras e falsas, as pessoas terão que julgar por si mesmas e provavelmente serão enganadas várias vezes antes de descobrir o que é real e o que não é.
Mas saiba que, não é o suficiente usar corpse-paint para fazer uma banda. Eles devem ter o espírito certo, e minha maneira de ver isso é ouvir sua música. Geralmente, se a banda é tão grande que me dá um frio na espinha, sei que você tem a sensação necessária para isso. Eu aceito nada menos que o maior. Eu também posso dizer que eu NUNCA aceitarei qualquer banda que pregue as ideias da CHURCH OF SATAN, pois eles são apenas um bando de hippies que amam a vida, exatamente o oposto de mim.

Count Grishnackh disse que as “únicas bandas verdadeiras da Noruega” são MAYHEM, DARKTHRONE E BURZUM, as outras são apenas crianças estúpidas brincando com coisas sobre as quais não sabem nada. Mas se essas três são os “únicos verdadeiros”, por que o EMPEROR e o IMMORTAL. pertencem ao “Círculo Negro Norueguês”? E sobre outras bandas norueguesas como THORNS, THOU SHALT SUFFER e SATYRICON?

Euronymous – Mais uma vez, o conde terá que responder com suas próprias palavras, sempre apoiei o EMPEROR e o IMMORTAL. Mas nós temos algumas bandas falsas aqui, mas eu não vou lhe dar nenhum nome. você acabará descobrindo.

Euronymous, você poderia explicar aqui suas profundas crenças espirituais?

Euronymous – Eu acredito em um demônio chifrudo, uma personificação de Satã. Na minha opinião todas as outras formas de satanismo são besteiras. Eu odeio as pessoas pensem em formas idiotas de fazer a paz eterna no mundo e ousem chamar isso de satanismo, como muitos fazem. O satanismo vem da cristandade religiosa e lá deve ficar. Eu sou uma pessoa religiosa e vou lutar contra os que usarem seu nome em vão. As pessoas não devem acreditar em si mesmas e ser individualistas. Elas devem obedecer, ser escravas da religião.

Muitas pessoas não respeitam mais a cena norueguesa por causa de sua grande cena com toneladas de bandas e tem sido acusada de modista. Então, o que você tem a dizer sobre tudo isso?

Euronymous – Eu não consigo entender como algumas pessoas podem falar dessa maneira sobre a Noruega. Em primeiro lugar, IMMORTAL não é uma banda de Black Metal, pois não são satanistas. E isso é algo que eles mesmos dizem. O novo visual deles é apenas uma maneira de eles se aprofundarem naquilo em que sempre estiveram. E dái que o Count Grishnackh tocou no OLD FUNERAL, ele era exatamente a mesma pessoa na época, e ele estava até fazendo música para o BURZUM o tempo todo que ele tocava no OLD FUNERAL. Este é um exemplo típico de que as pessoas não sabem nada sobre o que estão falando… E mais, aqueles que se importaram em ler as letras de “Soulside Journey” de DARKTHRONE saberão que são as mesmas letras satânicas, o que significa que “Soulside Journey” é um álbum de Black Metal. Eles mudaram o estilo quando perceberam que todos os outros membros da banda, exceto o baixista, queriam. DARKTHRONE nunca foi uma banda onde os membros se conheciam muito bem. Parece um pouco estranho, mas é verdade. Eles descobriram que todos queriam ir musicalmente em outras direções e mudaram tudo. E isso foi muito tempo antes do Black Metal começar a se popularizar. Na verdade, o Black Metal foi odiado quando ele mudou. E é besteira que eles fazem isso por grana, porque eles ganharam muito pouco dinheiro com a Peaceville. Talvez $ 10.000 em todos esses anos juntos, e isso não é NADA! Eu não apoiaria DARKTHRONE se eles não valessem a pena. Se eles estivessem na moda, teriam excursionado pelo mundo e feito vídeos para a MTV. Ao invés disso, dois membros se mudaram para longe, para a floresta e eles viram os outros membros talvez duas vezes em um ano. E eu tenho que dizer que aqueles que falam sobre uma grande moda Black Metal aqui devem ficar em silêncio se não tiverem olhos para ver. Nós temos quatro bandas de Black Metal com álbuns e algumas bandas de garagem menores. E nós temos talvez 30 fãs de Black Metal e 700-1000 daqueles bastardos que ouvem o Black Metal comercial como DEICIDE. Eu acho que DARKTHRONE vende em torno de 5000 cópias neste país. Como é possível comparar com a Suécia, por exemplo, onde a ENTOMBED vende 30.000? O dia em que a MAYHEM vender 20.000 discos na Noruega, BURZUM estará na MTV todos os dias e a Nuclear Blast terá assinado com duas bandas de Black Metal norueguesas, ENTÃO você poderá começar a falar sobre uma moda. Algumas pessoas são tão estúpidas que chamam tudo de moda, mesmo que você venda apenas dez cópias de seu produto. Segundo eles, é moda comer.

Quando se ouve as composições do Mayhem, pode-se perceber claramente as influências de bandas como BATHORY e HELLHAMMER. Você acha que o MAYHEM teria sido criado se não existissem estas cultuadas bandas?

Euronymous – É muito difícil dizer. Eu gostaria de pensar que nós teríamos sido a primeira banda maligna se as bandas mais antigas não existissem, mas eu não sei. VENOM foi nossa primeira e maior influência, mais tarde veio o BATHORY, HELLHAMMER, SODOM e DESTRUCTION, eles nos inspiraram a chegarmos onde estamos hoje. Tenho certeza que soaríamos bem diferentes. Trata-se de VENOM e BATHORY, HELLHAMMER e as antigas bandas malignas, mas ninguém mencionou SODOM e DESTRUCTION. Eles surgiram na mesma época que o BATHORY e HELLHAMMER e seus primeiros álbuns são obras-primas do metal negro. Ninguém consegue fazer músicas assim agora. Tantos copiam BATHORY, mas nunca vi ninguém copiar DESTRUCTION exceto o NECRONOMICON. Alguns desses velhos deuses se venderam, mas enquanto eu viver, o MAYHEM não será uma banda “modista”. Podemos mudar algumas coisas, mas a escuridão estará sempre lá…

Você é de opinião que o Black Metal deve se manter sempre “underground”?

Euronymous – Eu pensava assim antes, mas mudei de ideia. A ideia de “underground”, de vender álbum apenas para pessoas “reais”, não ganhar dinheiro, não achar que você é melhor que seus fãs e assim por diante, tudo vem do “hardcore”. E como diabos podemos saber quem é “real” e quem não é, quando a maioria das pessoas que se denomina “real” não passa de idiotas normais? Bandas originais de Black Metal como o VENOM nunca tiveram que estar no “underground” para serem aceitas, então por que nós teríamos? O “underground” é apenas um meio de nos rebaixar e nos controlar de uma desculpa ruim para as bandas ruins serem igualadas as bandas boas. Aqueles que mais chamam serem “underground” são geralmente aqueles que fazem música tão ruim quanto que nunca terão a chance de se tornarem tão grandes. Eu acho que se podemos ter um grande movimento crescendo com centenas de brutais soldados espalhando tristeza, morte e maldade no mundo. Quanto as pessoas para o nosso modo de pensar.

Seguem abaixo as páginas com a publicação original:
Clique nas imagens para ampliar

Mostrar mais

Veja também...

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar