Dark Reflections

NARGAROTH – “Eu jamais assistirei a essa merda!”

Um desabafo sobre o filme Lords Of Chaos (2018)

Você já assistiu ao filme Lords Of Chaos? Então já deve ter uma opinião formada sobre o polêmico filme dirigido por Jonas Akerlund que aborda entre outros temas a formação da banda Mayhem, a cena Black Metal norueguesa, Varg Vikernes e igrejas em chamas.

O mundo do Black Metal também tem se manifestado sobre o longa e recentemente nas redes sociais, a banda de Black Metal  Nargaroth fez um desabafo em suas redes sociais, segue abaixo a íntegra da postagem:

“Após receber inúmeras mensagens e perguntas obre o filme LORDS OS CHAOS eu vou fazer esta única e última declaração: Eu jamais assistirei aquele lixo. Não porque eu julgue a qualidade ou veracidade, mas pela mesma razão que eu jamais ouviria Bathuska ou qualquer banda norueguesa fantasiada. Black Metal de cinema, com uma banda artificial com uma pegada de comercialização vai contra tudo que acredito (acreditei) para o Black Metal e defendi nos anos 90. O Black Metal se tornou algo fantasioso e isso estigmatiza o BM tornando ele de fácil digestão como todos esses retardados inovadores que entraram na cena 10 anos atrás pretendiam, trazer centenas de hipsters – comedores de tofu nojentos com problema de gênero – para a cena.

Eu tenho total ciência de que os tempos mudam e que hoje o Black Metal é um encarte com muitos subgêneros com ouvintes de todas as áreas da vida, incluindo aqueles que não só se desprenderam os anos iniciais do Black Metal, mas também aqueles que também rejeitam este passado e tentam reescrever uma nova história. Eu não vou tolerar essa degeneração! Eu me sinto imerso apenas no Black Metal que eu cresci ouvindo e ao tempo que eu vivenciei nos anos 90 e o meu apoio à cena acaba com o início dessa nova, fodida geração liberal do novo milênio. Há muito tempo o Black Metal já não fornece o que uma vez eu buscava e fez me debruçar sobre ele. Hoje o BM é parte da Cultura Pop e a maioria dos seus protagonistas não respeitam os valores e são mestres em criar imagens sem conteúdo – e as massas seguem de forma cega. Em 2009, quando havia rumores de um filme sobre o BM relatando o que ocorria na Noruega em torno da cena eu escrevi em uma entrevista: Se os rumores são verdadeiros, então teremos uma geração de fãs de cinema inundando a nossa arte e celebraremos com esse filme uma admiração nascente em todos, desconectando a música às suas raízes e com isso contribuindo para seu fim.

E eu percebi muita gente se admirar que o Mayhem houvesse permitido o uso de suas músicas para esse lixo cinematográfico, bem como o envolvimento deles com aquele Myrkur sem noção: talvez eles não sejam tão fiéis ao Black Metal como tantos pensam que eles são!

Você pode me chamar do que quiser. Eu não mudo de opinião. Eu só desejo que ao desenvolvimento dessa degeneração tivesse ocorrido antes e que esse filme fosse 20 anos atrás. Porque dessa forma eu jamais teria feito disso uma parte da minha vida e o buraco que isso gerou após ter escorrido pelo ralo e que eu sento como isolamento e depressão, algo que não me incomodaria hoje. Ainda assim no final: tudo isso é só uma opinião jogada nas redes sociais. E opiniões são como o cu. Cada um tem o seu.”

 

Links:

Página Oficial do Nargaroth: https://www.facebook.com/officialnargaroth/

Postagem Original: https://www.facebook.com/officialnargaroth/photos/rpp.9222747965/10156118641072966/?type=3&theater

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=rnNJmLw3eIY

Mostrar mais

Ricky Lunardello

Historiador e Sociólogo, Pagão de alma Viking, apaixonado pelo Metal Extremo e pela cultura underground.

Veja também...

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar