Resenhas - Zines

PANDEMIA ALCOÓLICA ZINE – 2ª DOSE / Fevereiro 2021

O bar só tem meia hora que está aberto. Mas o reflexo da noite passada, ainda está no ambiente. Copos sujos sendo recolhidos, cinzeiros cheios de resto de cigarro contrabandeado e o odor que vem do banheiro, dá um toque ao ambiente. Na vitrola toca “Born To Raise Hell” para animar a turma que vai chegando.

Sentado na minha mesa preferida, avisto Carlos Soares,  o melhor e mais experiente barman. Num simples gesto, o mesmo já entende o meu desejo e de cara me oferece a segunda dose do PANDEMIA ALCOÓLICA ZINE com teor 100% Metal.

Abro a carta de destilados  e me deparo com um longo editorial, uma declaração de respeito aos fanzines. Em seguida um extenso texto com o título “Sexy sem ser diVulgar“. Uma polêmica  reflexão sobre determinado  tipo de divulgação, onde aparentemente o material artístico fica em segundo lugar, dando destaque ao cenário de sensualidade em que se é divulgado.

Das terras do Conde Drácula   é me apresentado a banda NECROTUM. Promessa do Death Metal formado por um duo de apenas 18 anos! Só faltou a perguntar elementar: ” Qual a melhor bebida alcoólica da Romênia?”… hahaha.. Daqui do Brasil temos a grande VOLKMORT representando o Death Doom nacional (“…acho que o Doom e seus subgêneros oferecem muito mais liricamente e musicalmente que só melancolia e sofrimento.”).

Não podia faltar a carta de vinhos chilenos (hail, Casillero del Diablo!!!). E nessa edição encontramos o Death  Metal  do  UTTERTOMB  ( banda formada pelo guitarrista do COMMUNION). Voltando ao Brasil e a região Sul temos também  a banda ATROPINA, falando dos seus trabalhos e de sua oposição total ao cristianismo. A banda faz Death Metal com letras em português com títulos como “Santos de Porcelana“, “Porões da Luxúria” e “Prego em Carne Podre”. Ainda nas páginas dos destilados do sul do Brasil, encontramos uma rica e inteligente entrevista com Louise Wagner, também conhecida como Mielikki ao tocar na banda BRUTAL MORTICINIO. Neste momento pedi uma água e li a entrevista pela segunda vez. O papo foi de Metal à cerveja, passando por literatura, política, mídia, consumismo, capitalismo, racismo, misoginia…e num grau de profundidade de ambas partes.

A Alemanha não podia faltar, e representando o país de grandes cervejas temos o ANGEL OF DAMNATION. Como bem disse nosso barman, quem vê a foto da banda acha que fazem um Death Doom grotesco e podre, mas o que temos é um Epic Heavy Doom na linha do Candlemass, Pentagram e Pagan Altar.

As páginas das resenhas, ou melhor, “Pandemusic” estão lotadas de indicações, inclusive com indicação da Destilaria (selo) e ano de engarrafamento (lançamento).

A Escandinávia é representada pelo Death Metal do SLAUGHTERCOFFIN apresentando radicalismo em suas posições (“Para todas as pessoas que pensam que Death Metal é um som desatualizado, Fuck off!!”). Já do Canadá temos a oitentista banda WITCHES HAMMER (formada por As The Traditional Sodomizer of the Goddess of Perversity, guitarrista no “Fallen Angel Of Doom” do Blasphemy).

Quase passou despercebido na carta de destilados a entrevista com a banda FÚNEBRO. Rápida, mas com informações interessantes, como a participação do ex vocal do Vulcano, Angel, no debut da banda.

O Nordeste brasileiro é aqui representado pela grande VENOMOUS BREATH falando sobre o novo trabalho “Svb Vmbra Occultorvm”, seus conceitos líricos, sonoridade entre outros assuntos. Sim, sim! Já fiz a reclamação, já que não consta na capa o nome da banda. Prometeram corrigir e não cometer mais o erro. A carta de destilados será atualizada.

Você ainda encontra informações sobre a bebida Everclear com seus incríveis 95% de teor alcoólico, sobre a cachaça que matou 35 pessoas na Bahia e um texto com o título “Quem resenha quer comprar”.

Já eram altas horas quando levantei a cabeça e fechei essa edição. O bar já lotado, exalando álcool por todos os lados e na vitrola  rolava o último álbum do Possessed. Ao avistar nosso barman,  dava para perceber que o mesmo já pensava em nos oferecer em  breve a terceira dose.

32 páginas, formato A4, capa em papel couchê e impressão profissional.

Para pedidos delivery:

(86) 998285234

[email protected]

Mostrar mais

Giovan Dias

Editor do The Glory Of Pagan Fire Zine, trabalho iniciado ainda na década de 90, voltado ao Black, Death, Doom Metal.

Veja também...

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar