Entrevistas

PRION D.C. – Death Metal made in CEara

PRION DC, banda death metal formada por cearenses maníacos por música extrema.

Anti Deus Prion, sua primeira e fuderosa CD Demo (2015) já demonstrava o poderio sonoro do que estaria por vir, um vírus (em meio a pandemia é um termo propicio, hehe) que já anunciava o CD “Extinção das Divindades”... conversamos com James DeathCult, eu nos conta as novas acerca do Prion DC e a praga musical anunciada, confiram!

James Deathcult – Guitar, Foto Divulgação

PRION DC, uma verdadeira máquina cearense de fazer Death Metal. Conheci a banda através da demo “Anti Deus Prion”, que é uma demo fuderosa…, aproveitando o gancho, a banda foi formada em 2014, como se deu o início da banda? Como surgiu a ideia do Prion DC? Aliás, o que seria o DC (pergunto, pois, um tempo vi um lance do HHDC, hehe)?!

James DeathCult – A banda iniciou como você citou, no fim de 2014, Waldenir e Eu (James DeathCult) juntamos as ideias de dois possíveis projetos distintos que cada um tinha na época, então daí formou Prion DC.

Já em relação ao nome Prion é um vírus de aspecto aberrante e a intenção seria por um vírus mortal cultuando à morte por isso são as iniciais de death cult, foi com esse intuito que usamos esse nome, mas também para diferenciar de uma outra banda com o mesmo nome.

Anti Deus Prion, CD Demo 2015

Anti Deus Prion, seu primeiro CD Demo, também teve uma versão em tape (até hoje espero o Elton mandar minhas cópias, kkk), esta trouxe mais algum atrativo ou seria somente a versão DT do CD Demo?

James DeathCult – Não a fita é a mesma coisa do CD as mesmas faixas sem acréscimo, lançados apenas no formato de CD e tape. temos também um DVD gravado no dia 25 de março de 2016 na abertura do show do Sinister em Fortaleza.

E 2019 o Prion DC lança seu primeiro full CD, o fuderoso “Extinção das Divindades”, creio que a formação não era a mesma do Anti Deus Prion. Aliás, da formação atual do Prion DC, vocês também participam de outras bandas?

James DeathCult – Não, não, todos nós nos dedicamos inteiramente a Prion DC, mas já houve ocasiões de alguns de nós participarem de outras bandas, mas nada oficial.

Waldenir Prion – Vocal & Bass, Foto Divulgação

E aí mah, e agora com essa pandemia, como ficou a divulgação do CD? Os shows… (Fortaleza sempre teve muitos eventos), o que o Prion DC tem de planos pra esse fina de 2020?

James DeathCult – A pandemia traz desafios, houveram cancelamentos de alguns eventos, porém, talvez só fecharemos eventos de 2021 em diante.

Sim, mas, seria somente atualizações de datas ou será feita um novo tour para a banda se apresentar em outros estados? Qual o set list da banda ao vivo? Algo especial que não foi gravado no CD ou Demo pode aparecer?

James DeathCult – Referente à datas, eventos para qualquer lugar estamos nos planejando, abertos para propostas, já no que se refere ao setlist, possa ser que haja alguma coisa mais, porém nada concreto ainda.

Extinção das Divindades, CD 2019

Extinção das Divindades, o CD foi lançado em parceria entre 3 selos undergrounds, como se deu a negociata? Aliás, o selo do Romulo é mais voltado pra grinderagem, hehe! (Gente-fina demais o Ed Morta do Grind, kk!).

James DeathCult – Hahaha… Um grande parceiro vem nos apoiando desde o início assim como vem os outros seus nos dando esse apoio que é fundamental para o nosso trabalho.

Aquela velha pergunta clichê: Cite bandas da região ai da terrinha que são influencias ou que já dividiram palco… e que nos aconselharia a conhecermos? Ao ver de vocês, ainda existe a velha “camaradagem underground” de uma banda ajudar a divulgar a outra?

James DeathCult – O nordeste brasileiro é muito rico em bandas underground, principalmente quando se fala em metal extremo tivemos oportunidade de dividir palco com bandas muito, muito foda como Krenak, gorezia, Septom, Império Profano, Vulgarity, Burning Torment, Brutal Abyss, Blasphemador Decomposing, Pantáculo Místico, Encéfalo, entre outras, as que ainda não tivemos a mesma oportunidade ainda e que eu indico é Revel Dacay, Lustfer, Sargatan, Facetumor, Necrophilosofy, Crashkill, entre várias outras… Já em relação ao apoio de bandas a bandas falamos apenas por nós mesmosacreditamos que tuba fruto de um bom relacionamento interpessoal e até agora estamos satisfeitos com a colaboração apoio e críticas à quais temos reciprocidade, aproveitar o espaço e agradecer a todos que vem apoiando seja direta ou indiretamente.

Illy Domingos – Drums, Foto Divulgação

Durante este período de isolamento, vimos muitas bandas divulgando sons novos ou até mesmo sobre o assunto, Covid19, vocês tiraram este tempo para somente se dedicar a divulgação do CD? O que acham das atuais plataformas digitais de streaming?

James DeathCult – Realmente sinto coisa nova e boa estão aparecendo, nesse período de isolamento nos dedicados à planejar e começar a divulgação do novo material, mais também trabalhamos em músicas novas… as atuais plataformas de streaming ajudam muito na disseminação do propósito de qualquer banda deixa a divulgação mais produtivo com mais alcance facilidade.

Extinção das Divindades, comente um pouco acerco das músicas deste CD, em qual atmosfera foram criadas; E, se o Prion é um vírus, há um acontecimento em especial que pode servir com influência para a(s) música(s)?

James DeathCult – A atmosfera continuar a mesma da demo porém com mais pegada e música mais bem trabalhadas… o fato especial é que o vírus frio é o culto ele baixa imunidade por total então qualquer coisa pode ser mortal prime devido portador por isso o título pois tudo que tem vida dizem ser divino.

Mah, “Anti Deus Prion” mereceria estar de bônus no CD, só acho, hehe! Essa pra mim, não por ser título da Demo, é um dos sons death metal mais brutais que já ouvi.

James DeathCult – Massa, muito massa… É gratificante saber que estamos no caminho certo… E quem sabe futuramente venhamos a fazer uma reclamação e por ela em um futuro trabalho como bônus…

Bom, por essa creio ser tudo, agradeço imensamente a paciência e a dedicação em responder as perguntas, hehe!! Deixo o espaço aí pra vocês relatarem mais algo que desejarem… é isso! Valeuz!

James DeathCult – Estamos agradecidos e felizes pela oportunidade, agradeço a Lúcifer Rising eu espaço, apoio e elogios… que continuemos firmes e fortes caminhando para expansão de nossas essências.

Mostrar mais

Hioderman ZArtan

Editou os zines "Anaites" e o "Guerreiros Zineiros". Designer gráfico Underground e mentor do Anaites Records.

Veja também...

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar