Entrevistas

PUTRID – Honrando o Death Black Metal Sulamericano

"Death Metal e Black Metal estão se tornando mais ocultistas e cheio de simbolismos."

Formação 2019. Evil Avatar, Drum Mayor Of War e Sacrifice.

O Cenário Sulamericano, cada vez mais está  fortalecido por bandas que trazem uma essência fortemente carregada do mais puro Death Black Metal. E é no Peru, que está banda teve início para contribuir e confirmar minhas palavras. Conversamos com o guerreiro Evil Avatar que nos contou um pouco da história do PUTRID e seus pensamentos em torno do Metal Extremo…

 

 

Este ano, a banda PUTRID completa 10 anos. Anuncie sua banda ao público brasileiro que por acaso desconhece “ o culto a Cain”.

Evil Avatar: Saudações Hellbrothers! Nós estamos nessa há muito tempo, não apenas através do PUTRID, mas também através de outras bandas que estivemos antes de formar o PUTRID. Nós tocamos Black Death metal sul-americano e sempre prestaremos um total culto!

Vocês já gravaram alguns covers. Um do glorioso HADEZ, outro do SLAUGHTER e um do SLAYER. Teria outra banda que gostariam de prestar uma homenagem? Por que?

Evil Avatar: Creio que se fizéssemos outro cover teria que ser algo do HADEZ de novo, ou ANGELCORPSE ou do HOLOCAUSTO (Brasil) que para nós são deuses. Devemos muito a ambas bandas, pois sempre influenciaram nosso som, assim como MORTEM fez em nosso país.Devemos basicamente a essas bandas. É claro que incluo o SLAYER como elemento de inspiração mais primitivo desde que decidi fazer uma banda.

Evil Avatar. Foto por divulgação.

Falando em SLAYER. Atualmente é uma banda tipo; ame ou odeie. Devido a pública “profissão da fé cristã” pelo Araya. Que pensam sobre o assunto?

Evil Avatar: Acho que se tivesse sido em outra época, eu teria respondido que isso é uma merda; Mas por muito tempo decidi não acreditar em nada que  não conheço. Eu posso ler as letras do SLAYER e ouvir sua música e aproveitar as duas coisas; mas não tenho que concordar com o que cada um deles pensa. Se Araya é um cristão e canta letras satânicas, é uma inconsequência, é claro; mas só posso responder por mim mesmo e pelo que acredito. Obviamente, isso não me tornará cristão, de maneira alguma, já que odeio essa merda, mas também não estou disposto a parar de ouvir o SLAYER.

Entre 2018/2018 houve uma troca no line up da banda, ficando apenas Evil Avatar da formação original. O que houve ?

Sacrifice. Foto por divulgação.

Evil Avatar: Bem, todos foram embora. Eles simplesmente colocaram o Metal de lado e não estou nem aí para eles. No caso do vocalista, foi algo de mútuo acordo. Ele não estava dando a banda a atenção necessária; então eu tive que levar toda a banda por conta própria e procurar por novas pessoas e seguir quase que individualmente. Aqui, no Peru, é muito difícil levar uma vida familiar e estar em uma banda de Metal, se você não tem isso como uma prioridade da vida. Desde aquela data eu tenho trabalhado com Drum Mayor Of War como um baterista fixo, nós já gravamos várias coisas juntas então funcionou muito bem. Agora nós somos apenas três elementos: Sacrifice no baixo, Drum Major Of War na bateria e eu Evil Avatar na guitarra e vocal.

O debut “The Triumph of Impurity” foi lançado em 2016 pelo selo italiano Lord Of The Flies Records. Estão satisfeito com o trabalho realizado ? A divulgação alcançou as expectativas?

Evil Avatar: O selo prometeu que o difundiria dentro da Europa e assim foi feito. Eu acho que não é um selo grande, mesmo que a divulgação limitada, fizeram o melhor que puderam e deram tudo de si para fazer com que o PUTRID estivesse nas distribuidoras de Metal Extremo. Somos muito gratos a eles porque nos apoiaram muito e acreditaram em nosso trabalho sempre. No entanto, acho que é hora de procurar algo que nos leve a mais pessoas e com maior difusão.

CD 2016. Reedição 2018. Versão Ritos de Muerte Radio Extrema.

Foi relançado ano passado por outra distribuidora e com nova arte. Quem foi o responsável pela nova arte ? Por que mudaram o original?

Evil Avatar: Na verdade, não houve uma substituição completa da capa ou arte. Eles simplesmente mudaram a ordem dos desenhos que haviam sido criados e essa era a nova ordem da capa e a contracapa do CD. Eu não decidi nada sobre isso, eu realmente não queria que fosse editado novamente, o problema é que acabou e eles pediram nas lojas; Eu não estava interessado em ter esse disco de volta porque eu queria fechar esse estágio, já que foi muito fodido para a banda. A última gravação desse álbum foi quase a última vez que o line up tocou, então está tudo bem. Não será reeditado.

2018. Split Pathetic/Putrid. Independente. Versão Digital.

Como surgiu a ideia de lançar um split com os canadenses do PATHETIC ?

Evil Avatar: Eles nos escreveram para fazer um Split. Gostaram da banda e acabou sendo um ótimo trabalho que fizemos juntos. Eles, no Canadá, são uma banda que está trabalhando duro em sua música e dando o caminho certo para o Metal da Morte. Nós respeitamos muito isso e acho que é algo que vem perdendo força nos últimos anos. Death Metal e Black Metal estão se tornando mais ocultistas e cheio de simbolismos. Eles estão deixando de lado a crueza e o lado bestial. É por isso que acredito que na América do Sul está a última fortificação do Metal do mundo.

E o que podemos esperar para o segundo álbum já intitulado “ Antichrist Above” ?

Evil Avatar: Estamos em fase de pré produção. Temos temas de trabalho e acho que no final do ano podemos entrar para gravar novamente o segundo álbum do PUTRID. Mas vamos trabalhar devagar, cuidando de todos os detalhes da música para que soe infernal e bestial ao mesmo tempo. Black Death Sulamericano do Peru, é isso que buscamos fazer.

Drum Mayor of War. Foto por divulgação.

Recentemente vocês tocaram com o AURA NOIR. Como foi a celebração do lado desses grandes guerreiros ?

Evil Avatar: Foi uma apresentação muito boa. Foi um concerto muito bom. Apollyon não veio porque precisava ficar em seu país para organizar assuntos pessoais, mas isso não os impediu de dar um espetáculo devastador. Eu tenho escutado AURA NOIR por anos e foi muito bom compartilhar algumas cervejas com eles e ouvir algumas músicas; embora eles já estivessem cansados ​​da turnê. Ouvir dizerem que vão alinhar as turnês para Apollyon acompanhar.  Espero que eles voltem, são uma ótima banda.

Show setembro/2019

E quais expectativas para tocar com PROFANATICA e SADISTIC INTENT em setembro ?

Evil Avatar: Creio que vamos tocar músicas do segundo álbum  que, a essa altura, deverá estar pronto. SADISTIC INTENT é a terceira vez que  vem para o Peru, no entanto, estamos sempre esperando pelo velho Death Metal que eles sempre nos dão. E PROFANATICA, bom será um festival dedicado ao Deus Negro; um grande ritual onde a escuridão reinará. Já tocamos em datas anteriores e os shows do Rhino Colmena Productions foram ótimos. No passado estávamos ao lado de MORBOSIDAD, aquele show foi um pontapé para os ovos do cristianismo !!!!

E como anda a cena peruana? O que destaca atualmente?

Evil Avatar: A cena peruana é uma das melhores da América do Sul atualmente. Há bestiais bandas por todos os lados. Em Arequipa temos a MEGATHERION e em Tacna a BEHEADER. Aqui em Lima estão lançando bons materiais os malditos do HELLTREPANNER, etc. Estou muito orgulhoso desta puta cena peruana!!

Putrid ao vivo. Show com Aura Noir.

Ouvi comentários que estão surgindo muitos apreciadores de NS Black Metal no Peru. Vocês tem conhecimento desse assunto? O que acham?

Evil Avatar: Isso é uma mentira.  Não há tal surgimento e as pessoas confundem colecionadores ou pessoas interessadas em história com posturas políticas que não existem neste país. BELZEC é uma banda de Black Metal que leva o nome de um campo de concentração, mas a banda não carrega essa ideologia. Eu não acho que alguém aqui leva isso a sério.

Agradecemos por nos conceder essa entrevista. Deixe suas palavras finais.

Evil Avatar: Muito obrigado pelo seu apoio. Esperamos algum dia pisar nas terras do SARCÓFAGO, SEPULTURA E HOLOCAUSTO para um grande ritual de Black Death Metal!!!

Contato: putrid.attacks@gmail.com

http://www.youtube.com/putridvideos

 

 

Mostrar mais

Giovan Dias

Editor do The Glory Of Pagan Fire Zine, trabalho iniciado ainda na década de 90, voltado ao Black, Death, Doom Metal.

Veja também...

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar