CoberturasStormy News

STEEL FEST 2019 – FINLÂNDIA

O STEEL FEST é um festival finlandês que começou em 2012, com o intuito de divulgar bandas underground do mundo todo. No início, o festival eram em um lugar bem pequeno. Mas hoje o local mudou e o evento comporta 1500 pessoas, com uma estrutura super profissional, com dois palcos. Um ao ar livro e outro fechado, bem escuro, onde tocavam as bandas mais obscuras de Black Metal.

Em 2019, esgotaram todos os ingressos. (veja a grade de bandas ao lado).

Um dia antes teve um aquecimento, em um bar para 100 pessoas. Tocaram 2 bandas da Finlândia: HAVUKRUUNU e KALMANKANTAJA. Lotado, sold out!

 

                                         

 

PRIMEIRO DIA

Myrkskog

O MORBOSIDAD infelizmente cancelou sua apresentação por motivos que desconheço. Entrou no lugar o DISCIPLES OF VOID da própria Finlândia (cidade de Vantaa, próximo do local do festival). Em seguida veio o TROLLHEIM’S GROTT, Black Metal industrial finlandês. Após, chegou a hora do Death Metal norueguês MYRKSKOG com o genial  Dearias da banda DESTRUCTHOR (e de outras bandas norueguesas), que veio ao Brasil com o MORBID ANGEL.

Arkhon Infaustus

ADVENT SORROW detonou com seu Black/Death australiano! Eu esperava mais dos franceses do ARKHON INFAUSTUS, mas no final melhoraram bem e foi um bom show. Uma banda que me surpreendeu muito foi a finlandesa  ANTIMATERIA, show de energia pura!

Então entraram os brasileiros do EVIL, com um grande público assistindo. Grande show, formidável, perfeito. Eis que surge  uma banda que confesso que estava esperando muito, o Black Metal canadense do MONARQUE! Não me decepcionou, uma energia negra da floresta encarnou em mim, apesar de com pouco de álcool no corpo. Na Finlândia um copo de cerveja é 7 euros! Brasileiro se lasca lá.

A próxima foi o SEIGNEUR VOLAND banda francesa com seu Black Metal satânico e puro ódio. Suas apresentações são bem raras. Em seguida o VARGRAV!  A Finlândia está dominando o Black Metal no mundo. Show de arrepiar os crânios dos mortos!

Belphegor
Immolation

Já o BELPHEGOR nem preciso falar nada, com seu Death/Black bem técnico perfeito! E o Black Metal finlandês do HORNA, tocaram músicas do primeiro álbum, lembrei do cover do SARCÓFAGO que foi sua influência.

Aí vieram os americanos do IMMOLATION, divulgando no mundo seu novo álbum de Death Metal com perfeição estrondoso!

E para fechar a noite (de pouco álcool), chega simplesmente a banda mais esperada da noite: MYSTICUM. Industrial Black Metal com seu último álbum em 2014, com show de cerca de 1 hora e meia. Foi orgulho para o público presente, final do primeiro dia com satisfação negras!

SEGUNDO DIA

12h – Abrem os portões

13h – Entra a primeira banda, MORGAL, com seu Black Metal Old School, fazendo os fãs mais underground da Finlândia orgulhosos! AND OCEANS da Filândia, banda das antigas de Symphonic Black Metal faz uma performance perfeita, inclusive com um corpse paint verde. Muito diferente, ótimo show.

Em seguida, entra o DELETERE, banda canadense de Black Metal, divulgando o seu EP com um show de perfeição incrível! AETERNUS, Noruega na veia! Black metal Old School, com muitos álbuns maravilhosos na carreira. Show nota 10 do Satan.

Grave Miasma

Após, vem outra banda da Finlândia. E a Finlândia sempre com novidades: TOTALSELFHATRED, Depressive Black Metal. Na sequência, GRAVE MIASMA divulgando seu álbum novo. Banda inglesa com um futuro ótimo! Ao encerrar, havia bastante gente em frente ao palco na ansiedade da entrada do Gaahl, da banda GAAHLS WYRD. Um show perfeito da banda dele nova!

Vem então o DEIPHAGO, banda da Filipinas, guerreiros do Black Metal! Ótimo show. Representou bem a Ásia. Depois KRODA, Ucrânia no comando! O povo todo estava na espera e mostrou no show que vale a pena comprar os materiais da banda. Excelente concerto. Quando chegou aonde eu queria, EINHERJER! Viking Metal para assistir Odin e família. Noruega manda muito nesse estilo.
No NAGLFAR, os suecos do Black Metal melódico fizeram um show muito perfeito, adorei. Aí entra o ASPHYX, banda da Holanda, do início do Death Metal. Sem comentários, maior público do festival. A frente do palco estava lotada! Ainda tive tempo de cumprimentar o Tormentor, meu amigo baterista. Show! Os fãs sabem que é excelente e enérgico, na veia underground.

 

Nargaroth

No ODIUM, a Noruega em peso veio e lotou a frente do palco! Anos sem tocar ao vivo, tive a sorte te ver essa banda de Black Metal sinfônico dos anos 90 tocar na minha frente, delírio. Aí vem os americanos do VITAL REMAINS, Death Metal! Foi aula do estilo, sem comentários. Na sequência o NARGAROTH, banda alemã. O palco com cruzes pegando fogo, show de Black Metal original, de arrepiar os discípulos do Vlad Tepes e  voltar a matar os cristãos. Depois o MGLA, banda da Polônia que está se destacando pela sua técnica no Black Metal, tem forte esse diferencial.

Marduck

Por fim entra o MARDUCK! Deu um problema no microfone, mas tudo foi resolvido em minutos. Tocaram todas as músicas do novo trabalho da banda com maestria e perfeição, hail!

MARDUK encerra então o Steel Fest 2019. Formidável festival, quem puder vale a pena ir! Só não esqueça que o euro lá não é barato como outros países vizinhos. Fico com meu vinho de sangue aqui… Te vejo no escuro do inferno!

Sergio Tullula Satanicgore

Confiram de baixo as sessões de fotos:

 

PRIMEIRO DIA

SEGUNDO DIA

 

Mostrar mais

Sérgio Luiz Amorim

Fundador da Revista Lucifer Rising, desde 2003 na mídia impressa se tornou um dos maiores veículos de informação underground do Brasil.
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar