Resenhas - LPs/Cds/K7s

THE ELYSIAN FIELDS (GRE) – New World Misanthropia

Hammer of Damnation - Nacional

Faz alguns bons anos que tive em mãos a Promo desta banda, lá pelos idos de 1995. Promo fantástica, com um som de vanguarda e duas músicas que deixava em nós aquele gostinho de quero mais… e logo vem um álbum fantástico, o “Adelain”. Esse álbum realmente só veio parar em nossas mãos em 1996, mas foi lançado no mesmo ano em que saiu a promo. Ali estava fincada uma das bandas gregas daquela “nova” geração que conseguia carregar o legado iniciado por Rotting Christ, Nightfall, Necromantia e Varathron, porém com uma sonoridade revigorante.
Confesso que, após o Adelain, eu não acompanhei tão de perto a carreira da banda, mas após o anuncio do lançamento do álbum New World Misanthropia, via Hammer of Damnation, a curiosidade em saber como foi a trajetória da banda até aqui, fez crescer em mim uma enorme curiosidade, principalmente em saber que rumos eles tomaram depois de terem lançado um álbum tão completo como o Adelain. Pois bem, New World Misanthropia é a personificação de uma massa sonora complexa, intrincada e cheia de peso, muito peso mesmo. O disco é cheio de mudanças de andamento, desde os blastbeats até os tons mais tribais, mesclando climas genuinamente brutais com orquestrações perfeitas. A sonoridade realmente é muito atual, mas eu senti aquela nostalgia do fulgor dos anos 90 em seu trinar, principalmente na segunda música do álbum: “The Clavis Magna Doctrine” e na terceira e título do álbum “New World Misanthropia”.
A temática é extremamente filosófica, trazendo à tona pensamentos apocalípticos, porém recheados de questionamentos interessantes como o conflito entre deus e a escuridão. Não dá pra ouvir o disco sem notar a presença marcante da bateria, que domina toda a sonoridade de forma perene, assim como os riffs que soam melódicos, mas sem ser melosos e sim combinados com a ideia sinfônica das musicas. A voz gutural e semi-gutural também são bem marcantes, aliás o álbum possui uma sonoridade muito homogênea, deixando-o com uma dinâmica opulenta ao ouvinte, e que gravação de altíssima qualidade temos aqui senhores?
A aposta em New World Misanthropia é grandiosa, e a Hammer of Damnation está de parabéns em trazer ao seu cast tamanha horda da história do cenário do metal extremo mundial que nos brinda com um disco genuinamente voltado ao Metal Negro. Antes de finalizar, cabe uma atenção especial a faixa “Slain Upon the Earth”, simplesmente apoteótica. Pra completar, o álbum será lançado mundialmente via Hammer of Damnation em três formatos LP, K7 e CD, algo de alto nível qual o selo vem investindo pesado em seus lançamentos, aliás, já soube com antecedência que vem muita coisa boa por aí, principalmente quanto aos licenciamentos de grandes clássicos da Osmose Prod. da França.

Para conhecer um trecho das músicas do álbum New World Misanthropia da The Elysian Fields, segue link abaixo:

Mostrar mais

Anton Naberius

Vocalista da Eternal Sacrifice (Pagan Black Metal) Professor de Arte Visual, Artista Plástico e Especialista em Arte e Patrimônio Cultural.

Veja também...

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar