Resenhas - LPs/Cds/K7sStormy News

THE TROOPS OF DOOM – The Rise Of Heresy (Advanced)

Blood Blast Distribution

 

Quando o epíteto THE TROOPS OF DOOM foi anunciado com certeza já gerou em vários headbangers uma certa euforia e expectativa por conta dos nomes envolvidos nesse projeto. Não é para menos, pois a banda é capitaneada pelo lendário Jairo “Tormentor” Guedz guitarrista do THE MIST e ex menbro do SEPULTURA, tendo o mesmo gravado com a banda os clássicos “Bestial Devastation” e “Morbid Visions”; além de Jairo  THE TROOPS OF DOOM conta em suas fileiras com o baixo e os vocais de Alex Kaffer (ENTERRO, MYSTERIIS, EXPLICIT HATE), a bateria de Alexandre Oliveira (SOUTHERN BLACKLIST) e as guitarras de Marcelo Vasco (PATRIA, MYSTERIIS, também mundialmente reconhecido por seu trabalho como artista gráfico) .. Tenho que confessar que mesmo com todas as expectativas a banda me surpreendeu demais pois se a proposta da banda era “revisitar a essência do Death Metal dos anos 80 explorando uma sonoridade mais primitiva e levar o ouvinte de volta àquela época, mas permanecendo original e genuino” eles conseguiram e com louvor; pois  tudo em “The Rise Of Heresy” exala anos 80, tudo de traz à memória músicas e bandas desse período e mesmo assim os caras conseguem fazer algo próprio, com identidade. A produção é limpa ,clara, mas orgânica e as músicas trazem toda aquela vibe direta e primitiva, mas sem soar datadas. “Whispering Dead Worlds” surpreendentemente começa com uma bombástica introdução orquestrada, mas rapidamente a porradaria toma conta e não tem como negar que logo de cara nomes como SEPULTURA, SARCÓFAGO e SODOM me vieram à mente, mas o clima tétrico que fecha essa composição mostra claramente que a banda tem individualidade; “Between The Devil and The Deep Blue Sea” vem na sequencia e essa música foi escolhida para ser o primeiro single e Lyric Vídeo da banda; nessa faixa eu destacaria o trabalho de bateria de Alexandre com suas viradas inteligentes. Continuamos com “The Confessional” sem dúvidas minha faixa preferida desse trabalho e que fez eu me tornar fã do THE TROOPS OF DOOM, as influências de CELTIC FROST aqui são fortes, principalmente nos vocais de Alex e com o perdão do palavreado mas aqui eu vou me permitir baixar o nível, puta que pariu, vai tomar no cú, que vocal foda pra caralho e que faixa sensacional… Depois de ouvir “The Confessional” três vezes seguidas partimos pra faixa titulo “The Rise of Heresy” que começa com um que de KREATOR antigo, rápida e direta, mas cai em sua parte central pra um  tempo mais cadenciado enquanto os vocais urram “Antichrist, morbid visions, the rise of heresy contradictions. Throne of Betrayer, deceived nation, don’t spell the prayer, bestial devastation”, mais old school impossível, alías as letras do THE TROOPS OF DOOM também seguem a cartilha oitentista, ou seja, blasfêmia e heresia em cada palavra. O EP se encerra com duas versões para as faixas “Bestial Devastation” e “Troops Of Doom” do SEPULTURA e vocês podem me xingar, me crucificar, fazer o que vocês quiserem por que sei que o que vou dizer agora pode soar como heresia pra muitos, mas sendo muito sincero achei as versões aqui apresentadas melhores que as originais… Ok,opinião minha, ouçam “The Rise Of Heresy” e tenham suas próprias opiniões a respeito… O EP foi masterizado por Oystein G. Brun (BORKNAGAR) e a bela arte da capa a cargo do próprio Marcelo Vasco  traz uma interessante referência ao álbum Bestial Devastation. O EP vai ser lançado no dia 8 de outubro pela Blood Blast Distribution que é uma subsidiária da Nuclear Blast voltada para o mercado digital, mas segundo algumas postagens de Marcelo Vasco uma tiragem física limitada vai ser feita.  Recomendo muito que os leitores procurem conhecer esse trabalho pois ele mostra claramente que THE TROOPS OF DOOM veio pra marcar seu nome no Metal extremo mundial e vocês ainda vão ouvir falar muito desse nome.

10/10

Foto:Divulgação

Vejam ao lyric vídeo de “Between the Devil and the Deep Blue Sea” abaixo:

 

 

 

Mostrar mais

Juliano Bonacini

Tecladista e letrista da LoneHunter (Death Metal), historiador e editor do Crypt of Eternity - fanzine da década de 90.

Veja também...

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar