Resenhas - LPs/Cds/K7sStormy News

URZE DE LUME – Histórias de Lobos (Cassete EP)

Two Moons Records and Equilibrium Music (Importado)

A riqueza da música extrema Lusitana em suas diversas facetas é algo que não para de me surpreender. Nossos irmãos portugueses possuem o raro dom de impregnar suas criações artísticas com parte do espirito de seu belo país e com isso tornar suas obras encharcadas de uma individualidade e originalidade ímpar. Com o URZE DE LUME esse fato não deixa de acontecer, aliás segundo os próprios envolvidos o projeto é “uma forma de memória viva do imaginário ancestral português” e isso realmente traduz todo o conceito por tráz da banda. Tendo sido criado em 2009 e com cinco álbuns lançados entre 2012 e 2018 focados em uma sonoridade mais calcada em um Dark Folk o URZE DE LUME chega agora a seu sexto trabalho,”Histórias de Lobos – Entre o Lume e a Escuridão”  dessa vez um EP em formato cassete limitado em 75 cópias,com sete músicas, ou melhor dizendo sete capítulos. Já aviso sem rodeios que eu estou totalmente extasiado por esse lançamento. A abordagem musical dessa vez abandona um pouco o instrumental Folk e traz muitos elementos Dark Ambient que ,somados a algumas narrações, criam uma cortina sonora ao mesmo tempo obscura e bucólica que traz à nossa contemporaneidade toda uma paisagem ancestral . Essas narrações são um show à parte e segundo Ricardo Brito membro fundador da banda elas basicamente são de pessoas que vivenciaram encontros com lobos. Essas histórias aconteceram quando as pessoas andavam nas montanhas de Trás-os-Montes e Minho (norte de Portugal) com o gado. Eram pastores e pastoras que sobreviveram a esses encontros. São histórias muito antigas. Algumas delas remontam aos anos 40 e 50 do século passado” ; ou seja, a ligação com a herança das memórias antigas se torna ainda mais presente nesse trabalho que realmente te transporta para as terras Lusitanas de épocas antigas. Algo que me chamou bastante a atenção foi a forma com que as músicas e ambiências possuem uma fluidez que as levam do delicado ao rude, do belo ao obscuro, sempre de uma forma natural e sem jamais soar forçado, um claro sinal de que os caras entendem muito daquilo que se propuseram a fazer. A atenção aos mínimos detalhes torna a obra como um todo tão coesa em seus pouco mais de trinta minutos de duração que, realmente, fica muito difícil escolher uma música, ou capitulo individual que se sobressaia. Eu destacaria o clima taciturno do “Capitulo I”  criado pelo dedilhado da guitarra com a mistura de lamentos e rosnados dos lobos ao fundo, o “Capitulo IV”  com a narração à frente tendo uma sonorização sombria ao fundo conduzindo a uma paisagem sonora de quase terror; o belo e melancólico tema de guitarra do “Capitulo V” e nessa faixa percebemos como a atenção aos detalhes pode fazer a diferença; o uivo do lobo encaixado aos 2’11” é de uma perfeição absoluta ; finalmente os “Capitulo VI e VII” que, do meu ponto de vista e interpretação passaram respectivamente uma sensação de raiva contida e essa fúria finalmente liberada. “Histórias de Lobos – Entre o Lume e a Escuridão” foi uma grata surpresa e sinceramente espero que a banda mantenha esse direcionamento musical nos próximos trabalhos, pois eles o fazem com uma maestria rara. Parabéns à banda por tão belo trabalho e para a “Two Moons Records” e à “Equilibrium Music” por nos trazerem esse lançamento que conta com uma parte gráfica primorosa. Recomendo muito, ouçam no link abaixo e adquiram o mais rápido possível.

 

 

 

Mostrar mais

Juliano Bonacini

Tecladista e letrista da LoneHunter (Death Metal), historiador e editor do Crypt of Eternity - fanzine da década de 90.

Veja também...

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar