Resenhas - LPs/Cds/K7sStormy News

VERTHEBRAL – Abysmal Decay

2020 - Nacional - Vários Selos (*)

“Que porra é essa!!!???” foi a frase  que despretensiosamente  falei quando o CD começou a tocar. “Abysmal Decay” é o segundo trabalho dos paraguaios do VERTHEBRAL e chegou detonando os tímpanos dos menos desavisados!

Se algum neófito lhe perguntar como era o Death Metal americano feito nos anos 90 recomende a audição desse CD. Você não precisará explicar mais nada! As referências vão de MORBID ANGEL, passando por GORGUTS, MONSTROSITY e SUFFOCATION, até chegar no DEICIDE. Precisa de mais ???

A  caída ao abismo começa com ‘Ancient Legion’. Uma pancada no meio da cara dos desavisados! Inicia com riff fudido, tipo que “circulando”, para depois dá passagem a bagaceira com uma bateria destruidora! O vocal de Christian Rojas  é podre e odioso (me lembrou o velho Benton) , tornando a música ainda mais insana. Os solos são bem encaixados o que torna a mesma, como melhor exemplo do que ainda está por vir, no decorrer das próximas faixas.

Em seguida temos ´’The Art Of Perversion’, mais rápida que a sua antecessora. Vem com um riff certeiro e reto, apresentado pela dupla de guitarra Alberto Flores e Daniel Larroza. Os caras sabem o que estão fazendo! De repente, toda a destruição sonora é sobreposta por um dedilhado com um teclado ao fundo entre choro e pranto feminino, como que submetida à alguma perversão. Logo em seguida a pancadaria toma novamente seu lugar! Umas bases fudidas para bater cabeça e profanar entre apreciadores do Metal da Morte.

‘Abysmal Decay‘ que dá nome ao CD é uma música que demonstra como a banda está coesa e entrosada.O feelling fudido do vocalista ´dá mais ênfase na música (o backing rasgado de Daniel também ficou muito bom), entre uns riffs cavalgados e um trabalho primoroso do baterista Denis Viveros. A música tem umas quebradas de andamento que a torna ainda mais interessante.  ‘Isolation Room‘ é inicialmente bem mais trampada,  uma pegada mais Death / Thrash, mas isso dura pouco, até a primeira vociferação ser escutada com “Mortified…..by chemical exposure” e você sentir que o inferno está perto!!!  Mais uma excelente faixa típica para bater cabeça e relembrar os bons tempos!

Já quase na metade do abismo ouvimos ‘Coronation Of  Envy’, que já me chamou atenção pelo título, citando um sentimento tão caraterístico da raça humana :  “liar, jealous, self-proclaiming the best. Chains of irrational envy everywhere. You are a worm, a loser, shame on you!”.  Mais uma música extremamente pesada, variando entre passagens um pouco mais cadenciada (pra bater cabeça caralho!!!)  e outras bem mais “bate estaca”. Entre solos muito bem feitos riffs matadores, certamente é uma das minhas faixas preferidas. Em certas partes percebi que beberam também do Death Metal inglês e sueco, me veio logo a lembrança de BENEDICTION e EMTOMBED, DISMEMBER…

Na sequência nos apresentam ‘Absence Of a God’ e ‘Sweet Home Illusion’. A primeira é brutal, cheio de passagens quebradas entre solos e bases muito fudidas!!!! Já a segunda,em certo momento  tem uma queda de tempo chegando a quase um Doom Metal!! Tanto as partes rápidas como cadenciadas são bem feitas onde o vocal acompanha com precisão, sendo outra música de grande destaque. Repentinamente surge uma faixa instrumental de pouco mais de um minuto. Dedilhado e bela melodia define ‘Obsidian Tears’.

Já chegando ao fim do abismo temos  as  faixas ‘My Dark Existence’ e ‘Testimony of Hate’ trazendo todas as características já citadas deste álbum, fechando com grande estilo este trabalho do mais puro e genuíno Death Metal.

Lançamento maldito realizado pelos selos UNDERGROUND VOICE (que nos enviou o material), DEATH CULT RECORDS, UNDER MACHINE RECORDS, CIANETO DISCOS e EXTREME SOUND RECORDS.

Confiram a faixa ‘The Art of Perversion’:

 

Mostrar mais

Giovan Dias

Editor do The Glory Of Pagan Fire Zine, trabalho iniciado ainda na década de 90, voltado ao Black, Death, Doom Metal.

Veja também...

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar