Resenhas - LPs/Cds/K7sStormy News

VUZEM – Ortus (2019)

Casus Belli Musica (Importado)

O VUZEM é um caso clássico de aborto metálico. Um projeto que havia surgido quando algo ceifou sua vida, o que neste caso, é algo que o tornou maior e mais conhecido.

O Martin Schirenc do Hellenthon e Pungent Stench encabeça esse projeto de 1994. A banda só gravou duas faixas quando assinou com.a Napalm Records em 1998/1999 e assumiu a identidade de Hellenthon obliterando o promissor Vuzem.

O VUZEM era membro da A.B.M.S (Austrian Black Metal Syndicate) e as duas faixas foram lançadas na compilação Norici Obscura Par na época.

Hoje temos em agosto o lançamento em vinil dessas duas faixas destruidoras. São 24 anos desde o lançamento original. E como elas soam? FUDEROSAS! Só a Casus Belli Musica para nos proporcionar isso.

Em “Von Denen Bluthsaugern” temos um Black Metal trabalhado e soa muito contemporâneo ao que as bandas russas e ucranianas vêm fazendo. Ou seja, tem atmosfera e ao mesmo tempo é cru e bem trabalhado. Vocais gritados e timing que lembra o BM dos anos 90, isso feito a mais de 20 anos atrás. Sente o drama.

Já a fenomenal e longa “Invocation” traz tudo: Passagens atmosféricas, samples sobre horrores da guerra. Há calmaria e há muito BM intenso e clássico. A vi alterna entre Darkthrone e Taake. É surpreendente. Temos um instrumental desafiador e que parece querer mostrar a que veio. Imagina se eles lançam um álbum  completo?

O que sinto falta é de algo extra, algo de época, talvez faixas demos, ou trechos de samples de Studio. Porque aí teríamos noção ou um pouco mais de noção do que estava por vir. Sem esses elementos, o impacto não é amortecido e somos privados do Vuzem durante a audição.

Nota: 9/10

Mostrar mais

Ricky Lunardello

Historiador e Sociólogo, Pagão de alma Viking, apaixonado pelo Metal Extremo e pela cultura underground.

Veja também...

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar